Meio ambiente

O óleo vegetal e a gordura animal são triglicerídeos, portanto, são substâncias que sofrem mudanças quando submetidas ao aquecimento repetidas vezes.
Observa-se ainda que o óleo e a gordura usados em frituras são insolúveis, ou seja, não se misturam com a água. Assim, quando entram em contato com a água formam uma camada na parte superior (sobrenadante).
Quando o óleo usado na fritura é despejados no ralo da pia ou descartado de forma inadequada, o resultado é desastroso para o meio ambiente. Os danos vão desde o entupimento das tubulações na própria casa da pessoa até o entupimento das galerias e das redes de esgoto. O dano ambiental é gerado quando o óleo ou a gordura de fritura chega até os córregos, rios, lagoas, etc.
A evidência desta poluição pode ser verificada pela ação do óleo de fritura na água e no solo.
Primeiro forma uma camada sobre a água e aglomera todo tipo de entulho e lixo descartado no rio. Depois esta camada dificulta a passagem da luz e evita a oxigenação e evaporação da água.
A conseqüência imediata é a morte da vida no rio (peixes, plantas, etc) por falta de oxigênio na água. Posteriormente causa doenças às populações vizinhas pela proliferação de bactérias e outros microorganismos.
Quando o óleo usado na fritura é despejado diretamente no solo, o resultado é a impermeabilização da terra, que dificulta a passagem da água pela infiltração, causando também morte de pequenos seres vivos e a ocorrência de enchentes. Posteriormente causa doenças às populações vizinhas pela transferências de bactérias e outros microorganismo ao ser humano.